Publicidade
Pronera
Política de acesso à terra e educação é tema de palestra virtual
Superintendente regional do Incra, Raquel May Chula, participou de reunião com a terceira turma do curso de Tecnologia em Agropecuária na manhã desta sexta-feira, 9
Por: Mariane Brandão
Publicado em: sexta, 09 de abril de 2021 às 15:17h

A importância da agricultura familiar e a capacitação de profissionais do campo foram alguns dos assuntos abordados pela palestra on-line promovida pela URI, campus de Frederico Westphalen, na manhã de ontem, 9. Sob o tema “Política de acesso à terra e educação”, o encontro foi direcionado à terceira turma do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), que realiza o curso de Tecnologia em Agropecuária da instituição de ensino frederiquense. A engenheira-agrônoma e superintendente regional substituta do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Raquel May Chula, foi a responsável por ministrar o encontro.

Publicidade
Publicidade

A reunião virtual, que reuniu os acadêmicos, professores e membros do Comitê Gestor local do Pronera, debateu também os diferenciais oportunizados pelo curso, como o projeto profissional e de vida e os instrumentos pedagógicos utilizados na capacitação. O diretor-administrativo da URI/FW, Ezequiel Plinio Albarello, ainda ressaltou a importância de incentivar a permanência do homem no campo e que a universidade estará sempre de portas abertas para este segmento.

Parceria URI/FW e Pronera

A parceria entre a URI/FW e Pronera ainda está oportunizando a formação para mais de 40 agricultores beneficiários do crédito fundiário, que visa não só a aprendizagem técnica, mas a atuação dos profissionais como liderança em diferentes segmentos da nossa sociedade.

Durante a reunião virtual, a superintendente regional substituta do Incra, Raquel May Chula, esclareceu dúvidas dos acadêmicos, que puderam relatar as suas experiências no campo. Raquel também pontuou que o programa Pronera já possibilitou a formação de mais de três mil formados, em 22 anos de atuação, junto com universidades e instituições.

– Os números do Pronera demonstram a importância e a grandiosidade do programa em

levar esse conhecimento para os agricultores, para melhorar a sua qualidade de vida e organização no campo – destaca a superintendente regional. Raquel afirmou o compromisso de continuidade do programa com as turmas atuais e a possibilidade de projetar a quarta turma, apesar das dificuldades orçamentárias.

O representante do Comitê Gestor Local do Pronera e o egresso da primeira turma, Amarildo Manfio, que é agricultor e presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Frederico Westphalen, também falaram da importância do Pronera na sua formação e para os agricultores familiares, além da necessidade de continuidade desta política pública. A parceria URI/FW e Incra/Pronera foi estabelecida no ano de 2014 e já formou 62 agricultores e agricultoras beneficiárias do Crédito Fundiário.

Fonte: O Alto Uruguai