Publicidade
Projeto social
Ações da Cufa-FW são reconhecidas em audiência na Assembleia Legislativa
No encontro, que aconteceu na segunda-feira, 13, a entidade apresentou resultados e projetos desenvolvidos em FW e região
Por: Joana Kraemer
Publicado em: terça, 14 de junho de 2022 às 16:08h
Atualizado em: terça, 14 de junho de 2022 às 16:24h

Representantes da Central Única de Favelas de Frederico Westphalen (Cufa-FW) participaram de uma audiência pública proposta pela Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, na segunda-feira, 13. A audiência foi conduzida pelo deputado estadual Beto Fantinel, presidente da comissão.

Publicidade
Publicidade

Na ocasião, participaram representantes da entidade social, líderes de bairros e professoras, além do diretor da Cufa-FW, Roberto Torres, que apresentou todos os resultados obtidos pela organização ao longo dos 14 anos de atuação em Frederico Westphalen. O diretor destacou em especial as ações sociais realizadas desde o início da pandemia, os projetos desenvolvidos em 2021, e as atividades executadas por meio das Leis de Incentivo Fiscal. Um exemplo é a Lei de Incentivo à Cultura (Pró-Cultura RS), que viabilizou a construção do Centro Cultural e de Desenvolvimento Social da Cufa-FW, a Lei de Incentivo ao Esporte (Pró-Esporte RS), pela qual foram realizadas atividades de esporte e lazer, e o Pró-Social, responsável por garantir a execução do projeto “Programa de Apoio Social”, que mantém as atividades da instituição em FW atualmente.

Segundo Torres, a Cufa-FW atende semanalmente cerca de três mil crianças e adolescentes, com oficinas de esportes e cultura. A entidade, também trabalha a inclusão produtiva de mulheres e idosos das comunidades locais. Estas atividades contam com o patrocínio da Arbaza Alimentos, Foz do Chapecó Energia e apoio do Instituto CPFL. Ainda, durante o período da pandemia, a Cufa recebeu aproximadamente R$ 14 milhões em recursos da Lei Aldir Blanc, por meio de projetos encaminhados, e entregou mais de 500 toneladas em doações. Outro ponto destacado pelo diretor foram os recursos da Lei Aldir Blanc, recebidos durante o período da pandemia, por meio de projetos encaminhados. “Além de Frederico Westphalen, ampliamos, ao longo dos anos, nosso atendimento para mais 12 municípios da região”, acrescentou Torres.

O presidente da comissão, Beto Fantinel, falou sobre a relevância do trabalho realizado pela Cufa-FW na vida das pessoas e das comunidades atendidas pela entidade, afirmando que é importante mostrar para sociedade gaúcha o que pode ser realizado com os recursos provenientes dos programas e Leis de Incentivo do Estado para a promoção e inclusão das comunidades. “A parceria entre Estado com as organizações sociais é fundamental para que se possa replicar recursos. Não acredito que o poder público possa sozinho possibilitar que tantas pessoas tenham a oportunidade de frequentar oficinas e projetos, como a Cufa faz com tanta competência”, complementou Fantinel.

Além do deputado estadual, a audiência pública contou com a participação do Diretor de Fomento da Secretaria de Estado da Cultura, Rafael Balle, que trouxe a público todas as ações e investimentos da Sedac no RS, bem como, a importância da parceria estabelecida entre a secretaria e a entidade de FW. De acordo com Balle, atualmente, a Secretaria de Cultura tem recursos na ordem de R$ 70 milhões para investimentos e demandas, por meio de projetos, superando o volume de recursos. “Na prática, nos possibilita qualificar os investimentos. Conseguimos direcionar para áreas, regiões e segmentos que precisam maior investimento”, avaliou.

Balle ainda acrescentou que, nos últimos anos, por meio do Fundo de Apoio à Cultura, foi possível atender outras áreas não atingidas pelos incentivos fiscais do setor.

O secretário-adjunto de Estado do Esporte e Lazer, Bruno Ortiz Porto, que também esteve prestigiando o evento, apresentou os resultados do programa Avançar no Esporte e os projetos estratégicos que estão sendo implementados no segmento esportivo da pasta, além disso, anunciou a parceria que será estabelecida com a Cufa-FW em 2022, por meio do edital “Segue o Jogo”. Ele explicou que o Avançar no Esporte está investindo R$ 89 milhões em cinco frentes e somente no Programa Estadual de Infraestrutura Esportiva foram aplicados R$ 59,5 milhões.

Além destes, esteve presente o diretor-geral da Secretaria de Educação, Guilherme Corte, que destacou as ações do Avançar na Educação no Estado, como também, a importância do trabalho desenvolvido pela Cufa-FW em prol da educação. O diretor-geral afirmou que por meio das ações do Avançar na Educação foram realizados investimentos de até R$ 1,2 bilhão ao setor. “Maior investimento realizado no RS nos últimos 15 anos”, frisou Corte.

O Senac/RS esteve representado pela técnica da Gerência de Educação Profissional Maria Augusta Kampf, e de forma on-line, Giselle Pereira Nunez, diretora do Departamento de Projetos Estratégicos, da Secretaria de Estado da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social, órgão que gerencia o programa Pró-Social, lei de incentivo que viabiliza o projeto “Programa de Apoio Social”, da Cufa-FW. A deputada Sofia Cavedon também prestigiou o evento e destacou que a área cultural teve alguns avanços, mas retrocedeu ao restringir a participação no Conselho Estadual de Cultura, sem discutir com a sociedade. Ela assegurou que continua a luta pela Lei Aldir Blanc permanente e pelo programa Mais Educação, que oferece oficinas no contraturno das escolas estaduais.

Ao fim, o evento contou com manifestações de lideranças comunitárias da Cufa-FW, representadas por Maria Elizabete Monteiro, Ana Cleia Porto Alegre e Bertha Aguache, além da secretária de Assistência Social de Nonoai, Siliandra Bertuol, e o vice-prefeito de Itatiba do Sul, Célio Fiabani.

 

Uma homenagem fotográfica

Antecedendo a audiência pública na Assembleia Legislativa, aconteceu o evento de abertura da Exposição Fotográfica da Cufa-FW, que narra em fotos, de forma breve, a trajetória da organização que completa 14 anos de atuação em 2022.

A exposição fotográfica ficará exposta até o fim desta semana, no hall de entrada da ALRS, e tem como objetivo homenagear a entidade que atende cerca de três mil crianças e adolescentes semanalmente.

Durante a cerimônia de abertura da exposição, houve a apresentação de música dos alunos do projeto “Núcleos de Inclusão Social – Cufa Itatiba do Sul”, coordenada pelo professor Jonas Bagatini, e dos alunos do Circo, do projeto “Programa de Apoio Social”, de Frederico Westphalen, ministrada pela professora Ana Jacqueline Nunes.

Fonte: Jornal O Alto Uruguai
Vitrine do AU