Publicidade
Cooperativismo
Representantes de Cooperativas Escolares participam de seminário
Programa desenvolvido pela Sicredi Alto Uruguai RS/SC/RS conta com o envolvimento de municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina
Por: Thaane Otero
Publicado em: sexta, 27 de maio de 2022 às 14:52h
Atualizado em: sexta, 27 de maio de 2022 às 14:57h

Para reforçar os propósitos nas instituições de ensino que já possuem o Programa Cooperativas Escolares da Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG e, também, para orientar os representantes dos municípios que estão em fase de implantação da iniciativa, aconteceu um encontro na segunda-feira, 23, em Frederico Westphalen/RS. Participaram mais de 40 pessoas, entre secretários municipais de Educação, diretores de estabelecimentos de ensino, coordenadores pedagógicos e professores-orientadores. O objetivo da programação foi fortalecer o papel dos envolvidos, esclarecendo a metodologia do programa e apresentando às equipes das Secretarias Municipais de Educação os benefícios que ele proporciona à rede de ensino. O programa existe na Sicredi Alto Uruguai RS/SC/MG desde 2018, quando foram fundadas cinco cooperativas – quatro em Erval Seco/RS e uma em Planalto/RS. Em 2021, foram iniciadas novas formações, proporcionado capacitação à equipe interna da instituição e aos assessores pedagógicos, que também acompanham as atividades. No mesmo ano, foram retomadas as ações com as cooperativas já existentes e fundadas mais cinco, em Seberi e Rodeio Bonito, no Rio Grande do Sul, e em Maravilha, São Carlos e Palmitos, em Santa Catarina. De acordo com a professora e coordenadora do programa em Palmitos/SC, Graziela Mattana, muitas mudanças já foram sentidas nos 34 alunos participantes, desde a fundação da cooperativa no Núcleo Educacional Municipal Avelino Alves Triches. – Notamos que as crianças e os adolescentes estão colaborando com vontade de aprender e, assim, percebermos o quanto podemos explorar as potencialidades que eles têm. Isso está sendo muito importante para o desenvolvimento de habilidades, conhecimentos, atitudes e valores. É uma grande oportunidade que o Sicredi está oferecendo aos estudantes, pois estes aprendizados eles levarão para a vida. Precisamos de jovens líderes, empreendedores, criativos e que se preocupem com os outros. Sou grata por poder fazer parte deste programa maravilhoso que desperta a liderança, o empreendedorismo, a cooperação e ensina a viver em comunidade – relata Graziela.  Cooperativas Escolares O programa, que funciona no contraturno escolar, é destinado a escolas municipais e a alunos do 6º ao 9º ano que realizam a fundação da cooperativa, oportunidade que eles também vão votar nos Conselhos de Administração e Fiscal, e desenvolver todas as atividades que envolvem uma cooperativa. Conforme a assessora de Programas Sociais, Ana Claudia Selonk Busatto, a iniciativa é baseada em uma metodologia de jogos cooperativos gamificados, para facilitar a aprendizagem. – Através das fases dos jogos, eles vão aprendendo sobre os princípios do cooperativismo, são desafiados a encontrar um problema na comunidade para atuarem como voluntários, são incentivados a criar o nome, a logomarca e a bandeira da cooperativa. Estas fases garantem o desenvolvimento de novas lideranças, de trabalho voluntário e comunitário, aprimorando conhecimentos, habilidades, atitudes e valores cooperativos – destaca Ana Claudia.

Publicidade
Publicidade
Fonte: Jornal O Alto Uruguai, com informações Ascom Sicredi
Fotos