Operação Aliança Criminosa
Prefeitura de Seberi emite nota sobre operação “Aliança Criminosa”
No comunicado, a administração informou não ter sido notificada até o momento e se colocou à disposição para qualquer colaboração
Por: Cíntia Henker
Publicado em: quinta, 27 de maio de 2021 às 17:23h
Atualizado em: quinta, 27 de maio de 2021 às 17:38h

Também citada durante a investigação da operação Aliança Criminosa, movida pelo Ministério Público do RS, nesta quinta-feira, 27, a Prefeitura de Seberi emitiu nota sobre o assunto. A equipe do AU entrou em contato com a administração, que informou não ter sido notificada até o momento. 
Além disso, a prefeitura informou que nos últimos anos, a maioria dos pregões tem sido realizada de forma eletrônica, isto é, não há contato direto ou presencial com os fornecedores e empresários, tanto nas fases preliminares, quanto no momento da disputa.

Publicidade
Publicidade

Confira na íntegra:
O Município de Seberi não recebeu qualquer notificação ou pedido de informações do Ministério Público acerca de eventual fraude em procedimento licitatório, muitos menos quanto à identificação das empresas alvo de investigação da “Operação Aliança Criminosa” ou mesmo sobre o período objeto de investigação. No entanto, insta mencionar que, nos últimos anos (inclusive em 2021), a maioria dos pregões tem sido realizada de forma eletrônica, isto é, não há contato direto e/ou presencial com os fornecedores/empresários tanto nas fases preliminares quanto no momento da disputa. Ainda que não tenhamos recebido qualquer notificação ou comunicado, ofertamos nosso irrestrito apoio às autoridades competentes e demais órgãos de fiscalização, estando à disposição para qualquer colaboração, especialmente, porque também temos interesse em coibir qualquer tipo de atitude que vise burlar a legalidade do procedimento licitatório e que venha resultar em prejuízo ao erário público. 

Fonte: O Alto Uruguai