Publicidade
Medida cautelar
Agrotóxico carbendazim tem uso suspenso pela Anvisa
Decisão ocorre após reanálise do produto, que tem suspeita de causar câncer e malformação em fetos
Por: Suseli Cristo
Publicado em: quarta, 22 de junho de 2022 às 10:59h
Atualizado em: quarta, 22 de junho de 2022 às 11:06h

De forma cautelar, a Anvisa decidiu suspender a importação, distribuição, produção e comercialização do agrotóxico carbendazim, que está entre os 20 mais utilizados no Brasil. Ao menos 38 produtos formulados e 29 produtos técnicos com a substância têm registro ativo no país.
Um teste realizado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), em 2021, detectou a substância em quase 60% dos 27 alimentos analisados. O motivo da reavaliação do agrotóxico foi a suspeita que o ingrediente possa causar câncer e malformação em fetos.
A reanálise do produto começou em 2019. A decisão de suspender o uso do ingrediente ocorreu após a intimação da juíza federal titular Ivani Silva da Luz, da 6ª Vara Federal de Brasília, no último dia 10 de junho, que intimou que a Anvisa desse uma resposta sobre o assunto em até 60 dias.
O fungicida em questão é muito utilizado por agricultores no combate a pragas em plantações de arroz, feijão, soja e diversas outras culturas do agronegócio brasileiro. 

Publicidade
Publicidade
Fonte: Jornal O Alto Uruguai, com informações da Agência Brasil