Publicidade
Taquaruçu do Sul
Estudantes são premiados em seis olimpíadas
Em uma das competições, aluno do município ficou entre os quatro destaques do Estado
Por: Vicente Giesel Hollas
Publicado em: segunda, 29 de novembro de 2021 às 16:16h
Atualizado em: segunda, 29 de novembro de 2021 às 16:29h

Os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Afonso Balestrin participam, há alguns anos, de diversas competições estudantis. Neste ano, eles foram desafiados a se inscrever em seis olimpíadas nacionais, voltadas ao teste de conhecimento em diferentes áreas – Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE), Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), Olimpíada Nacional de Ciências (ONC), Olimpíada Brasileira de Química (OBQ), Olimpíada Brasileira de Química Júnior (OBQJ) e Olimpíada Brasileira de Matemática nas Escolas Públicas (OBMEP). Ao todo, 15 alunos foram agraciados com medalhas nos diferentes testes. Na ONEE, o estudante Felipe de Carvalho Natali foi reconhecido com a premiação destaque, por ter atingido uma das quatro melhores pontuações na prova, sendo recompensado, também, com um notebook.
A cerimônia de premiação dos estudantes que se destacaram em cada uma das competições foi realizada na última quarta-feira, 24, na Casa da Cultura de Taquaruçu do Sul, com a presença de autoridades municipais e representantes da RGE, empresa envolvida na idealização da ONEE.
A administração municipal, por meio da Secretaria da Educação, quer destacar o envolvimento da comunidade estudantil na 1ª Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE), um projeto-piloto desenvolvido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), por meio do Programa de Eficiência Energética, em parceria com a RGE Sul e com outras distribuidoras do Brasil: a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), a EDP Espírito Santo e a Enel, do Ceará. A ONEE premiou, com notebooks, os quatro melhores colocados em cada Estado participante. Porém, estes não foram organizados em um pódio e sim, receberam igual reconhecimento por parte dos organizadores.
Um estudante da Escola Afonso Balestrin conseguiu atingir a pontuação necessária para conquistar o prêmio destaque da olimpíada. Felipe de Carvalho Natali, do 8º ano, teve seu conhecimento e dedicação reconhecidos pela comunidade local, e também por toda a equipe organizadora da competição. Além da premiação destaque para o Felipe, outros seis estudantes do município também receberam medalhas em reconhecimento por seu desempenho no teste. Três deles estão matriculados na Afonso Balestrin e os demais são alunos da Escola Estadual de Educação Básica José Zanatta. Cinco participantes ainda foram agraciados com menção honrosa.
Na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, foram 11 medalhistas. Já na ABQJ, dois estudantes da escola receberam menções honrosas e na ONC, 1 aluno foi homenageado com menção honrosa.
Deise Baldin Cardozo, diretora da Escola Afonso Balestrin, destaca que a instituição encara as competições como “diferentes oportunidades de aprendizagem, que visam estimular e despertar a curiosidade nos estudantes”. 
Para a secretária de Educação, Diana Chiele dos Santos, o evento de premiação foi fundamental na valorização dos estudantes que se desafiaram e conseguiram resultados motivadores. Além disso, Diana frisa que os profissionais da área educacional também têm seu trabalho reconhecido em tais cerimônias, o que, em sua visão, é muito gratificante. “O verdadeiro prêmio das olimpíadas científicas é o conhecimento adquirido durante a caminhada, o desafio de buscar algo novo e o gosto pelo saber”, conclui a secretária.
 

Publicidade
Publicidade
Fonte: Jornal O Alto Uruguai
Fotos
Publicidade