Publicidade
Rural
Viveiros para piscicultura beneficiam produtores da região
Na última semana, foram iniciadas as obras nos municípios de Seberi, Cristal do Sul e Pinheirinho do Vale
Por: Gustavo Menegusso
Publicado em: terça, 28 de setembro de 2021 às 10:47h
Atualizado em: terça, 28 de setembro de 2021 às 11:14h

Municípios do Rio Grande do Sul estão sendo beneficiados com a construção de viveiros para estabelecer o cultivo de peixes em sistemas semi-intensivos sustentáveis para famílias de pequenos produtores. Essa é uma das etapas do Programa Integrado de Pesca e Aquicultura, coordenado pelo Departamento de Desenvolvimento Agrário, Pesqueiro, Aquícola, Indígenas e Quilombolas da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (DDAPA/Seapdr). Na última semana, foram iniciadas as obras nos municípios de Seberi, Cristal do Sul e Pinheirinho do Vale. A secretária Silvana Covatti esteve presente em uma propriedade de Seberi e destacou a satisfação em ver as políticas públicas chegando até a ponta, beneficiando as famílias que vivem no meio rural e investem na agricultura. "Enquanto secretária, estou muito feliz de ver aqui na região este trabalho em execução. Uma cadeia produtiva muito importante, que é a piscicultura, e que tem grande potencial no nosso Estado, para produção e mercado. Aqui vemos as políticas públicas sendo executadas e fomentando esse setor, proporcionando aos produtores o desenvolvimento da atividade, com orientação e assistência técnica da Emater/RS e apoio dos municípios", frisou.
A ideia do Programa, segundo a engenheira agrônoma da Divisão de Pesca e Aquicultura do DDAPA, Bruna Bitencourt da Costa, é popularizar o consumo de peixe no Rio Grande do Sul, através de iniciativas de incremento da produtividade, da produção sustentável, da industrialização e da comercialização de pescado. 
Bruna contou que, em 2020, foi realizado um pregão eletrônico para contratação de empresas especializadas para a construção desses viveiros de piscicultura e, em julho de 2021, iniciaram-se as contratações das vencedoras de cada lote. “Ao todo serão construídos 115 viveiros em 12 municípios do Rio Grande do Sul, beneficiando 102 produtores. E o valor total de investimento do governo do Estado é de R$ 817,5 mil”, comenta Bruna. 
Para a execução do Programa, a Emater/RS-Ascar elaborou os projetos técnicos e, a partir do pregão realizado, serão feitos os trabalhos de escavação dos viveiros nas propriedades. Conforme dados da Emater, o Estado produz mais de 50 mil toneladas de pescados de cultivo em açudes e tanques escavados e há um potencial para ampliação.
 

Publicidade
Publicidade
Fonte: Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do RS
Publicidade