Região
Dois Irmãos das Missões: Saúde apresenta avanços em oito meses da atual gestão
Trabalho diferenciado com pacientes com Covid-19, ampliação de auxílio a famílias carentes e mais investimentos estão entre as ações do Executivo municipal
Por: Daiane Pereira, Gustavo Menegusso
Publicado em: segunda, 13 de setembro de 2021 às 13:34h
Atualizado em: segunda, 13 de setembro de 2021 às 13:41h

Em Dois Irmãos das Missões, a administração municipal, juntamente com a Secretaria de Saúde, está investindo cada vez mais em melhorias na área da saúde, buscando priorizar o setor e melhorar o atendimento à população tanto em relação ao enfrentamento à pandemia, como nas demais demandas da área.
De acordo com o prefeito Mauro Procópio Fortes de Quadros, a saúde é uma das prioridades da atual gestão. “Precisamos olhar para a comunidade e entender que quando as pessoas ficam doentes, elas precisam ainda mais de atenção e cuidado, na nossa gestão nós trabalhamos juntos. Realizamos algumas obras de melhorias na Unidade Básica de Saúde, reformando dois banheiros, melhorias na sala de vacinação –especializada com equipamentos próprios para os atendimentos”, afirma o gestor.
 

Publicidade
Publicidade

Combate à Covid-19
A atual gestão está custeando todos os gastos dos pacientes com Covid-19, incluindo a realização de exames de tomografia – para a verificação da saúde do paciente e para prevenir caso tenham ficado algumas sequelas –, além de empréstimo de torpedos de oxigênio. De acordo com o prefeito, é necessário investir cada vez mais nesse setor. “Os pacientes que tiveram coronavírus não precisam gastar com a realização das tomografias, nós pagamos tudo, hoje dobramos o valor que era gasto mensalmente, mas se dobramos é porque podemos pagar. Não adianta deixar o dinheiro em caixa e as pessoas passando por dificuldades”, explica Quadros.

Lei permite auxílio a famílias que recebem até três salários mínimos
Foi aprovado, recentemente, na Câmara de Vereadores, uma mudança na lei que permite que a prefeitura auxilie as famílias carentes com exames e medicamentos. 
Antes, a ajuda era para as famílias que recebessem até dois salários mínimos, agora o auxílio contempla até três salários mínimos. “Esse benefício é utilizado para pagar consultas, exames ou medicamentos que não são incluídos no Sistema Único de Saúde (SUS) ou nos consórcios que a prefeitura tem com as empresas. Os medicamentos, por exemplo, são entregues à população e os que não estão disponíveis na farmácia do posto são liberados, mediante nossa autorização, para que os pacientes comprem nas farmácias do município”, explica o secretário de Saúde, Evandro Martins de Moraes.
 


Mais investimentos e parcerias
De acordo com Moraes, atualmente os valores gastos mensalmente em saúde, por meio do Consórcio Intermunicipal do Médio Alto Uruguai (Cimau), praticamente triplicaram, passando de R$ 10 mil a 12 mil mensais para mais de R$ 30 mil no mês de julho. “Isso, contabilizando somente a parte de valores gastos com laboratório, consultas e exames, inclusos por meio do consórcio, excluindo desse gasto mensal os serviços realizados pelo SUS”, detalha.
Buscando ampliar as especialidades para qualificar ainda mais o atendimento à população, além do Cimau, no mês de agosto o município fechou parceria também com o Consórcio de Saúde Intermunicipal (Consim), de Palmeira das Missões. “Agora nossos munícipes poderão ser levados para Palmeira das Missões. Essa parceria é positiva pelo fato de ser uma cidade mais próxima da nossa”, explica o secretário.
Segundo o secretário, a Unidade Básica de Saúde também contratou uma empresa de assessoria para identificar o que precisava ajustar no sistema de trabalho que é utilizado pelos funcionários. “Foram feitos alguns relatórios para identificação dos erros. Além disso, serão realizadas duas capacitações com toda a equipe para aprimoramento do uso do sistema”, acrescenta.
 

Tablets irão aprimorar atendimento às famílias
A Secretaria Municipal de Saúde também distribuiu 11 tablets, seis destinados aos agentes de saúde e cinco para o Primeira Infância Menor (PIM). “Os agentes fazem visita aos pacientes e eles identificam os problemas que cada morador enfrenta e agora com o tablete eles nos informam na mesma hora. O uso dos aparelhos vai facilitar tanto nossos trabalhos como o atendimento mais rápido aos pacientes”, completa Moraes.
A expectativa da atual gestão é investir cada vez mais em equipamentos e realizar ações que melhorem tanto a infraestrutura como os demais setores da área. “Estamos focados em programas que auxiliem os moradores e demais ações que só irão fortalecer essa área e beneficiar os moradores”, finaliza o prefeito.

 


 

Fonte: Jornal O Alto Uruguai
Fotos