Publicidade
Fetag/RS
Entidade entrega carta aberta para presidente do Legislativo
Ato marca o início da Semana Nacional da Agricultura Familiar no Estado
Por: Douglas Cavalini
Publicado em: domingo, 25 de julho de 2021 às 08:02h
Atualizado em: domingo, 25 de julho de 2021 às 09:45h

Buscando propor uma reflexão sobre as atividades do setor, a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag/RS) realizou, na última segunda-feira, 19, a entrega da “Carta aberta sobre Agricultura e Pecuária Familiar” para o presidente da Assembleia Legislativa gaúcha, o deputado Gabriel Souza (MDB). 
O documento, entregue pelo presidente da Fetag/RS, Carlos Joel da Silva, marca o início das atividades da Semana Nacional da Agricultura Familiar, iniciada também na segunda-feira. Segundo o líder do Legislativo, a carta “é uma síntese do trabalho de produtores perseverantes diante das adversidades, como estiagem, e a pandemia, que prejudicou negócios de todos os segmentos. É preciso reconhecer e valorizar a importância dos agricultores e pecuaristas familiares para toda nossa sociedade”, ponderou Souza.

Segundo Carlos Joel, o Estado possui mais de 700 mil pessoas ocupadas na atividade. Elas estão distribuídas em mais de 293 mil estabelecimentos agropecuários. “Os itens das famílias produtoras rurais são a base da cesta básica. Cerca de 83% do leite consumido no RS tem origem nas propriedades familiares. O mesmo ocorre com o frango (60%), com o tomate (64%) e com a banana (93%)”, explicou o dirigente da entidade. 

Publicidade
Publicidade

Celebrações em todo o país
O Brasil está celebrando pela primeira vez a Semana da Agricultura Familiar. Aprovada pelo senado em 2018, a Lei 13.776/18, de autoria do deputado Heitor Schuch, institui a semana em que cair o 24 de julho como a ser celebrada. A data tem como objetivo colocar o setor em destaque, em especial pela sua contribuição social e econômica, além de debater assuntos como as dificuldades enfrentadas.

Por todo o país, uma série de palestras e seminários serão realizados, organizadas pela Frente Parlamentar da Agricultura Familiar, junto com a Confederação dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e as Federações dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag).

Astrmau promove ações na região
A Associação dos Sindicatos de Trabalhadores Rurais da Região do Médio Alto Uruguai (Astrmau) também organizou ações na região, que começaram ainda na segunda-feira, 19, quando todos os Sindicatos de Trabalhadores Rurais expuseram em suas entidades uma faixa padronizada em alusão à semana comemorativa.

Depois, um evento virtual, organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), apresentou painéis evidenciando a categoria e salientando a importância da produção de alimentos. A apresentação foi ao ar na terça-feira, 20, mas segue disponível nas redes sociais da Contag e da Astrmau.

Ao longo da semana, os sindicatos estiveram em contato com as Câmaras de Vereadores dos municípios apresentando demandas dos agricultores e falando sobre a importância da Semana da Agricultura Familiar. Além disso, campanhas de arrecadações de alimentos foram realizadas, nas quais os associados dos sindicatos doaram parte de suas produções, que serão entregues a entidades beneficentes ou famílias carentes.

Durante pronunciamentos, o coordenador regional da Astrmau e presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Palmitinho, Deonir Sarmento, afirmou que a agricultura familiar é responsável por mais de 70% dos alimentos que estão à mesa dos brasileiros todos os dias. “Se não houver agricultores trabalhando com afinco, não teremos produção e, consequentemente, alimentação de qualidade. Logicamente que todos os dias devem ser evidenciados para a valorização deste setor tão importante ao qual devemos nossa alimentação de cada dia, porém nesta semana há a intensificação de atos para que realmente o setor tenha a visibilidade merecida”, finaliza.
 

Fonte: O Alto Uruguai
Publicidade