PUBLICIDADE
9 - Cotrifred
Embarque imediato com Daiane Schröder
Embarque imediato com Daiane Schröder

Daiane Schröder
Natural de São Sepé, reside em Frederico Westphalen desde 2017. Produz conteúdo sobre experiências de viagens e turismo pelo mundo.
Bacharela em Direito, graduanda em Relações Públicas e pós-graduanda em Influência Digital.
Contato: daianeschroder@yahoo.com.br

Sol, mar e história: uma semana em Porto Seguro

O que ver e fazer?

Tags: roteiro para viagem , embarque imediato, blog de viagem, dicas de viagem, praia, planejamento de viagem .

Publicado em 26/08/2019, última alteração em: 28/08/2019 00:08 por Daiane Schröder.


Uma jornada entre dois "Portos": de Porto Alegre a Porto Seguro, com conexão em Guarulhos – SP, me levou à terra do descobrimento. O aeroporto, embora internacional, é pequeno mas bastante movimentado. Curiosamente, não possui painel de partidas e chegadas dos voos e eles são anunciados pelo sistema de som. Já no desembarque, encontro os meus anfitriões e suas camisetas de cor inconfundível: tão amarelos quanto estava aquele sábado!

Na Van, um step facilita o embarque. Lembrei de todas as pessoas idosas, que gostam de viajar, e se deparam com obstáculos. Primeiro ponto positivo para a empresa, começou aqui!

 

O Hotel Coroa Vermelha seria meu lugar de descanso, entretenimento e abundância gastronômica pelos próximos dias. Também seria o local que reuniria o Encontro Brasileiro de Agentes de Viagens (ENBRAV), com pessoas de cada canto do país, dispostos a conhecer melhor o destino, aprender sobre ele e participar do evento de negócios destinado à operadoras, agentes e hoteleiros – o Show Tour Porto Seguro. Somado a este grupo, estavam jornalistas e blogueiros associados à AJOBTUR (Associação de Jornalistas e Blogueiros de Turismo do Brasil)

Posso dizer que o Hotel é uma atração à parte e merece um post explicando melhor o seu sistema all inclusive. A receptiva oficial da CVC em Porto Seguro, é a AR Turismo. Isso significa que se você comprar um pacote de viagem com a CVC, automaticamente quem lhe receberá será a AR, que conta com uma frota de 85 ônibus (o mais novo é de 2017 e a cada ano são trocados por 5 novos), 5 deles são adaptados e da frota de vans, temos mais 4 adaptadas. Assistimos uma demonstração da rapidez com que a operação de subida da poltrona, pela lateral do ônibus, é realizada. Para eles, é muito importante que o cliente com deficiência possa participar de todas as atividades junto aos demais, contando também com guias especializados para trabalhar com as pessoas que possuem dificuldade em aceitar e compreender as dificuldades do outro.

Mas então, o que fazer em Porto Seguro? Seguem algumas ideias: 

 

- City Tour Porto Seguro

Nesse passeio, você vai percorrer o centro histórico e ouvir curiosidades sobre o casario colonial e o povoado que ali viveu. 

Bancadas familiares de pequenas produtoras de cacau, mostram o processo artesanal do chocolate. De um lado, a árvore de cacaus e do outro, de pau-brasil.

 

- Passeio de Chalana com banho de lama, praia e Ilha do Sol

Buscam você no hotel e levam até o porto na cidade de Santa Cruz Cabrália, distante 23 km do centro de Porto Seguro. Chalana é uma embarcação com capacidade para 300 passageiros e navega pelo Rio João de Tiba, faz uma parada para banho de lama, depois na Praia de Santo André (onde ficou a seleção alemã na Copa), o almoço é na Ilha do Sol (entoada por Netinho, quem lembra?!) e tanto a ida quanto a volta, são animadas por todos os estilos musicais contagiantes, com a animação do dançarino.

Santa Cruz Cabrália - em frente ao porto.

Ilha do Sol

Doces e bebidas com nomes diferentes, você encontra aqui!

 

- Passarela do Descobrimento

Ótimo pra caminhar à noite, entre as barraquinhas de drink, as lojinhas e restaurantes com músicas ao vivo.

 

 

 

- Trancoso

Beyoncé, Will Smith, Kate Moss, Naomi Campbell e Gisele Bündchen, já elegeram esse vilarejo a 60 km do centro de Porto Seguro como refúgio. As novelas globais Paraíso Tropical e Segundo Sol também foram filmadas na região. Na praça, conhecida como Quadrado de Trancoso, ainda encontramos durante o dia, os resquícios que nos fazem imaginar a noite anterior: as almofadas tomando sol e as luminárias suspensas nas árvores se preparam para no fim do dia, receber com charme, pouca luz e boa gastronomia seus visitantes. Ao fundo, a Igreja de São João Batista esconde por detrás, um mirante com bela vista do mar.

 

 

- Lual no Complexo Tôa Tôa

Acontece todas as terças-feiras, na beira da praia de Taperapuan. Embora seja beira mar, há uma estrutura em frente ao palco. Na noite, sobem ao palco: banda, animadores, dj´s e uma Cia de Dança que faz a gente até parar de dançar... só pra olhar, impressionada, a habilidade deles! O evento é tradicional em Porto Seguro, e inclui no ingresso (R$ 65) o abadá (camiseta pra você customizar), open bar de uma hora e meia de duração e uma mesa de frutas à disposição. Para quem se importa, como eu, em ter onde sentar... há sofázinhos!!!!

 

Na noite que fui, até pedido de casamento aconteceu!

 

- Reserva da Jaqueira – Tribo indígena Pataxó

Esse é um passeio que a AR oferece junto com a Rota do Descobrimento, que demanda manhã e tarde. Na reserva, podemos conhecer um pouco da história de vida daquela aldeia, fundada por três irmãs que enfrentaram as dificuldades em uma época onde índios precisavam simular outra identidade para poder viver em sociedade. O cenário é revertido quando acontecem encontros que estabelecem paz e entendimento entre índios e agentes públicos. Hoje, os pataxós tem acesso à educação e muitos portam diploma superior, enquanto outros cursam a universidade. O turismo é a forma de manter a comunidade, atualmente, por meio da venda de artesanatos, plantas medicinais e outros artefatos da cultura. Outro passeio que o Grupo AR realiza no mesmo dia, é o Memorial da Epopeia do Descobrimento, um espaço cultural e didático com objetos referente ao Descobrimento, com a réplicas da Nau Capitânia, a embarcação que trouxe Pedro Álvares Cabral e sua tripulação ao Brasil.

Na reserva, há degustação de alguns alimentos típicos preparados por eles, assim como há palestra, jogos com os visitantes. Na foto acima, um dos espaços escolares. 

 

 - Arraial D´Ajuda

Esse distrito de Porto Seguro, encanta com a sua energia noturna! Se você não fez seus pedidos e enlaçou sua fitinha no centro histórico, pode fazer aqui – também atrás da Igreja! Aproveitei para comprar molho de pimenta, farofa, cocadinhas e castanhas de caju – ah, se não fosse o limite das bagagens... meu limite de compras também poderia ser maior!

Passando vontade em comprar mais umas coisinhas, segui caminho até a Rua Mucugê, mas antes... peraí: um pequeno cemitério no meio da movimentação? Estranho, mas ele continua ali enquanto tudo cresceu a sua volta.

A Rua Mucugê, parece não ter fim! Pelo menos, eu cansei antes de achar! Tem baladinha, barzinhos, lojas e um charme que convida a caminhar devagar para enxergar os detalhes.

 

Além desses lugares que conhecemos, você pode conhecer outros três muito famosos: Caraíva e sua simplicidade; Praia do Espelho, uma das mais bonitas do Brasil; e Recife de Fora, para quem curte observar a vida marinha através da flutuação com snorkel ou aproveitar o tempo nas piscinas naturais.

VALE LEMBRAR que durante o período de julho a final de outubro, o litoral baiano é maternidade das baleias jubarte – brincamos que as baleias são baianas! Esta é a época em que elas vem da Antártica para se reproduzir e amamentar seus filhotes, portanto pode se observar baleias no litoral de Porto Seguro!

Enquanto eu mostrava a viagem nos stories do Instagram, recebi algumas perguntas interessantes, sobre o acesso às praias: de fato, a orla da cidade é diferente das muitas que estamos acostumados em Balneário Camboriú, Rio de Janeiro, Fortaleza... Em Porto Seguro, não há prédios em frente às praias e elas são compostas de faixas de areia com vegetação, coqueiros e em alguns pedaços, até encontramos uma estreita faixa de calçada. Nas principais praias, há estrutura com barracas, cadeiras, mesas, guarda-sóis, bebidas e comidas. Porém, a natureza encosta na rodovia, isto quer dizer que durante a noite, há trechos da orla (que se estende por 92km) sem iluminação para preservar as tartarugas marinhas que desovam e precisam do escuro para rumar ao mar. Caso contrário, elas seguiriam a luz, chegando à rodovia acabariam por ser atropeladas ou vítimas de predadores.

Há muitas opções de hospedagens próximas a praia, como na que estive hospedada. Bastava atravessar a rua com segurança – sob o cuidado de um funcionário que controlava o trânsito – e já estava na areia.

A cidade tem três períodos de grande movimentação: em julho, férias; em outubro, a “Semana do Saco Cheio” é quando os estudantes de cursinhos e universitários vindos de todo o país, vão curtir uns dias de tréguas - e muita festa! - nas provas; e em dezembro, janeiro, fevereiro e março, quando as temperaturas são bem elevadas (39°) e o fluxo de turistas, bem maior.

No próximo post, vou trazer dicas de onde ficar durante sua estada! 

 

Roteiro realizado com o apoio do Grupo AR, CVC Viagens e ENBRAV. 

O ENBRAV é uma realização da Revista Receptiva

 

Embarque Imediato

No facebook: https://www.facebook.com/auembarqueimediato/

No instagram: https://instagram.com/daianeschroder/

E-mail: daianeschroder@yahoo.com.br

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
10 - Promo Assinatura
PUBLICIDADE
10 - Promo Assinatura
PUBLICIDADE
13 - Mundo Mágico
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica