Phiquec
Phiquec

Sou Paulo Henrique Cadoná, 22 anos, resido em FW. Formado em Pedagogia, abordarei aqui no blog sobre educação, cultura e arte.

Trabalhe a PORCARIA do seu PRECONCEITO

Olha bem pro seu relógio! Já não passou da hora disso?

Publicado em 14/04/2018, última alteração em: 19/04/2018 14:51 por Paulo Henrique Cadoná.


Olá, tudo tranquilo?

Desculpe utilizar um vocabulário chulo para ser tão direto: ESTÁ TUDO UMA M****!

Não sei se você sente-se incomodado, tanto quanto eu, quando o desrespeito pelas pessoas rola solto, simplesmente por elas serem como são. As pessoas são diferentes, nasceram diferentes e vão continuar sendo diferentes. Será que isso é motivo para que houvesse discriminação negativa sobre elas? 

Eu já fui alvo de piadas por diversas vezes e por inúmeros motivos, desde por ser magro até por ser homem e ter escolhido cursar Pedagogia... Sei que você também já deve ter sofrido por ser quem é ou fazer algo interessante a ti, mas que alguns indivíduos consideram condenável.

É impressionante como se escuta por aí “-Odeio falsidade”. Mas será que estão abrindo caminho para que as pessoas sejam de fato como são? SEM SEREM JULGADAS?! Eu acredito que é possível sim, enquanto sujeitos de bem que somos, pararmos para analisar se nossos princípios estão corretos - e é com muita convicção que - digo que os princípios da maioria estão ultrapassados e até agressivos demais para se viver nesse mundo. 

QUAL É O PROBLEMA DESTE NOSSO MUNDO QUE FAZ COM QUE TUDO ESTEJA UMA *erda? 

É que os personagens dele, ou seja, nós, algumas vezes, nos baseamos em um raciocínio sem conhecimento adequado sobre a matéria, (o que a torna injusta e infundada) e saímos por aí julgando, criando ou espalhando um conceito prévio (falso) já criado por aí, atingindo os nossos outros colegas de mundo. 

Eu volto a citar que existe diferença entre as pessoas... Negros, brancos, amarelos, jovens, idosos, pobres, ricos, tímidos... (e por aí -infinitamente- vai). SE TRATA DE INCLUSÃO! Por que custa há alguns sujeitos aceitarem e incluírem essas pessoas? Essa lista de diferenças é enorme. Na mais pura verdade, o ser humano tem medo das diferenças que não conhece muito bem... Por isso julga, faz fofoca, marginaliza, menospreza, não aceita.

Agora, vamos fazer um exercício, abra a sua imaginação e se coloque na seguinte situação: Você está caminhando tranquilamente pela rua quando é abordado por um homem em uma cadeira de rodas lhe pedindo um abraço. Responda para si mesmo com franqueza... Você o abraçaria? Sim ou não?

E se ao invés de cadeirante, este homem fosse uma pessoa com nanismo (anão), você o abraçaria? Te causaria espanto?

E se ao invés da estatura reduzida, o nanismo, este homem fosse de uma religião diferente da sua? Você lhe abraçaria?

E se ele fosse transexual? 

E se ele fosse um paciente com câncer?

E se ele possuísse esquizofrenia? Cegueira? Sudorese excessiva? (muito suor)

E se ele só se vestisse com roupas pretas? 

Se você respondeu sim para todas as perguntas e não negaria o abraço, meus parabéns, você é do tipo de pessoa que eu considero rara nos dias de hoje.

Se você respondeu que não, pelo menos em uma das perguntas, tente encontrar o motivo pelo qual não lhe daria o abraço. Permita-me dizer que pode ser asco ou um medo. Você pode ter medos, sim. Tenha medo do bandido, por exemplo, ele sim te fará mal. 

Para você ter ideia do que estou falando, deixo no fim deste post um vídeo para que tu assistas. Se trata de uma importante reflexão, é quase que uma aula para que você possa repensar as suas atitudes. (É importante se atualizar, não achas?). Serve também como um alerta para o teu próprio bem estar e não andar próximo de pessoas que só semeiam o mal. 

Mude este mundo, faça a tua parte. Não envenene o teu caráter com conceitos errôneos e preconceituosos. De gente ignorante e chata, o mundo está cheio. Seja diferente porque o diferente é bonito. 

A não ser que você seja um juiz ou uma juíza, não julgue! Isso não é uma atitude aplausível e de pessoa de boa fé. 

A não ser que você (caso acredite) seja Deus, não julgue! Você realmente acha que tens poder para isso?

Bem, eu me despeço (em parte) por aqui... Dá um play no vídeo, EU PROMETO que você não irá se arrepender. Eu espero que isso te torne uma pessoa melhor. 

Obrigado de coração por ler até aqui, TENHA UM ÓTIMO DIA E BOM VÍDEO! :D

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.