Desenvolvimento

Programação especial foi realizada nesta sexta-feira, 6, em Rodeio Bonito, e contou com lançamento de livro que conta história da travessia

Publicado em 06/12/2019, última alteração em: 06/12/2019 22:05.

Por:



11 - Novo Rural

As regiões do Médio Alto Uruguai e do Rio da Várzea celebraram nesta sexta-feira, 6, muito mais do que a inauguração de uma obra. A Ponte da Integração, assim denominada, transcende a desejada ligação entre as cidades ribeirinhas Rodeio Bonito e Liberado Salzano. A travessia encurtará caminhos e impulsionará ainda mais o desenvolvimento deste cantinho do Rio Grande do Sul, muitas vezes esquecido no Estado, mas que com o empenho de suas lideranças está encontrando no cooperativismo o seu papel de protagonista. A ponte, além disso, é a concretização de um sonho, que nasceu dentro da Creluz e que graças à cooperativa foi ganhando forma e se tornando realidade. Foram mais de duas décadas entre o projeto e a execução, até o grande dia de celebrar essa conquista.

Os atos solenes da celebração deste momento histórico começaram logo cedo, na Ponte da Integração. Do lado de Liberato Salzano, centenas de pessoas se reuniram para prestigiar o descerramento de uma placa e o corte da fita, selando oficialmente a inauguração da travessia, já liberada para todos os tipos de veículos desde o dia 30 de outubro. Vários prefeitos da Amzop, parceiros da obra, e alguns deputados participaram da solenidade, que contou ainda com bênçãos dos padres, Paulo Kempka e Irio Martins da Silva. Em seguida, o público se reuniu no salão paroquial de Rodeio Bonito, onde a programação prosseguiu com pronunciamento de autoridades e homenagens aos prefeitos parceiros, à Creluz e seu presidente, aos gestores de Rodeio Bonito e Liberato Salzano, à Amzop, colaboradores da Creluz e funcionários que trabalharam na obra. Em um discurso emocionado, Gilson de Carli, prefeito do município salzanense, foi aplaudido pelo público, que agradeceu por meio das palmas o seu protagonismo na execução do projeto.

Obra histórica é eternizada em livro

Para além de uma obra histórica, a travessia sobre o rio da Várzea também foi eternizada em livro. Intitulado de “Ponte da Integração – Um legado do cooperativismo para o desenvolvimento regional”, a obra escrita foi produzida pela jornalista Adriana Folle e a diretora do jornal o Alto Uruguai, Patrícia Cerutti. O livro relata o envolvimento da Creluz por esta obra nos últimos 20 anos, destacando a importância do cooperativismo e da união de esforços para realizar um sonho, bem como da importância do papel de lideranças e de ser resiliente, enfrentando as adversidades”, comentou Patrícia.

O lançamento do livro integrou as festividades de inauguração da ponte, que foi encerrada com almoço para cerca de 600 pessoas e a apresentação de uma música em homenagem à obra, cantada pelo tradicionalista Antônio Gringo.

Confira a matéria completa na edição impressa do jornal O Alto Uruguai deste sábado, 7

 

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel