PUBLICIDADE
Assinatura AU - Banner Nº 9 - Interna

Rangel Marques e Rafael

Os irmãos seberienses uniram as vozes e hoje dividem o palco na realização de um sonho

Publicado em 06/04/2018.

Por: Suseli Cristo



Goiânia, capital de Goiás, é o principal destino de cantores sertanejos que desejam ser reconhecidos em todo o país. Mas, em nossa região, no acolhedor município de Seberi, os irmãos Rangel Marques e Rafael provam que a boa música e bons artistas também podem ser encontrados por aqui e são capazes de agradar aos ouvidos mais exigentes. E se é talento, os filhos do seu Luiz Antonio de Queiroz e da dona Odete Ramos de Oliveira Queiroz têm de sobra, pois a veia artística vem de família. “Antes dos seis anos eu já demostrava interesse pela música, comecei a tocar os primeiros acordes de violão nessa idade. A descoberta no meio musical veio desde quando eu acompanhava meus familiares – que gostam de música e tocam instrumentos – em festas como o Terno de Reis. Nessa idade também perdi um tio muito querido, que tinha o grande sonho de gravar um CD, então percebi que eu deveria dar sequência ao que ele não pôde realizar. Inclusive, meus primeiros acordes aprendi no violão dele. Aos 12 anos comecei a cantar em festivais regionais e aos 14 anos fui vocalista da banda de um amigo de minha cidade”, relembra o cantor e compositor Rangel, hoje com 33 anos.  

Sempre incentivado pelos pais, amigos e familiares, Rangel foi dando continuidade ao que ele queria transformar na sua profissão. Adotando o estilo sertanejo, formou sua primeira dupla, Roney e Rangel, gravando um CD e cantando por vários anos. Em seguida veio a formação de Maicon e Rangel, uma dupla marcante, com três CDs – um inclusive com a participação de Teodoro e Sampaio – e presença em vários programas de TV. “Foi uma época marcante, de grande aprendizado, mas encerrou-se o ciclo. Após as duplas, tive uma breve passagem na banda Alma Nova e em seguida optei por seguir carreira solo, onde gravei quatro CDs, todos felizmente muito bem aceitos pelos fãs”, destaca Rangel, que no ano de 2017 também montou o projeto "Do chique ao brega", em dupla com Roberto Sales, onde a música "Do luxo pro lixo" se destacou e fizeram uma turnê de quatro meses no RS, Santa Catarina e Paraná.   

Novo Rural Interno

 

Nova fase

Vivendo de música há 12 anos, Rangel decidiu que seria hora de dar um novo caminho na carreira. Tento em casa outro talento, o irmão Rafael, de 25 anos, o músico percebeu que precisava de uma segunda voz no palco, aí começou uma nova fase, desta vez com os irmãos dividindo os mesmos sonhos. “Com oito meses de formação já nos apresentamos em mais de 50 cidades, em todo Sul do país. Atualmente fizemos parte do escritório MQ de São Paulo, gravamos nosso primeiro CD, o qual tivemos a honra da participação dos nossos amigos César Menotti e Fabiano, na música “Papel Rabiscado”. Estamos em um momento muito feliz, com muitos seguidores, fãs por toda a parte. Certamente o palco é o nosso lugar; viemos para ficar”, frisa Rafael, adiantando que já estão trabalhando no segundo CD e no DVD da dupla.  

Apesar do bom momento que estão vivendo na carreira, os seberienses querem cada vez ir mais longe e apresentar o melhor para aqueles que os fazem ir cada vez mais longe, os fãs. “Somos gratos a cada um que nos acompanha. Queremos cada vez mais ter o nosso reconhecimento, nos aperfeiçoar e levar a boa música através das rádios, programas de TV e dos palcos desse Brasil. Vocês ainda ouvirão muito falar em Rangel Marques e Rafael”, finalizam os irmãos.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
Marsol - Banner Nº 10 - Interno
PUBLICIDADE
Dedetização Daniel  - Banner Nº 13 - Interno
PUBLICIDADE
Clauto Oliveira Adv. - Interno