"Histórias que o povo conta"

Episódio ocorrido na comunidade de Saltinho, em 1947, ainda é um mistério

Publicado em 02/09/2019, última alteração em: 02/09/2019 13:14.

Por:



11 - Razia

O “Histórias que o Povo Conta” desta semana relata um fato, no mínimo estranho, que ainda é um mistério na comunidade do distrito de Saltinho, em Rodeio Bonito. Em 1947, um homem matou a esposa e ao tirar uma fotografia com a suposta amante, um “fantasma” da mulher assassinada, que estaria grávida, teria aparecido sobreposto à imagem do casal. O registro foi feito por um fotógrafo da época, Rodolfo Müller, que morava no município. “Este fotógrafo alemão residia na localidade chamada Barra do Pinhal (que hoje pertence a Cristal do Sul), e era um dos únicos que tinha uma máquina fotográfica aqui na época. Ele tirava fotos das famílias no interior e levava fazer a revelação em preto e branco na cidade de Carazinho. Depois de um tempo, ele retornava para entregar as imagens a essas famílias e foi numa destas vezes que ele trouxe essa fotografia misteriosa”, conta o aposentado, Romildo Laurindo Uez, de 89 anos.

Mais detalhes desta história você confere clicando aqui ou na edição impressa do jornal AU do sábado, 31 de agosto.

12 - Jonnes

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel