"Histórias que o povo conta"

Episódio ocorrido na comunidade de Saltinho, em 1947, ainda é um mistério

Publicado em 02/09/2019, última alteração em: 02/09/2019 13:14.

Por:



O “Histórias que o Povo Conta” desta semana relata um fato, no mínimo estranho, que ainda é um mistério na comunidade do distrito de Saltinho, em Rodeio Bonito. Em 1947, um homem matou a esposa e ao tirar uma fotografia com a suposta amante, um “fantasma” da mulher assassinada, que estaria grávida, teria aparecido sobreposto à imagem do casal. O registro foi feito por um fotógrafo da época, Rodolfo Müller, que morava no município. “Este fotógrafo alemão residia na localidade chamada Barra do Pinhal (que hoje pertence a Cristal do Sul), e era um dos únicos que tinha uma máquina fotográfica aqui na época. Ele tirava fotos das famílias no interior e levava fazer a revelação em preto e branco na cidade de Carazinho. Depois de um tempo, ele retornava para entregar as imagens a essas famílias e foi numa destas vezes que ele trouxe essa fotografia misteriosa”, conta o aposentado, Romildo Laurindo Uez, de 89 anos.

Mais detalhes desta história você confere clicando aqui ou na edição impressa do jornal AU do sábado, 31 de agosto.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
10 - Promo Assinatura
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel