Estado

Governador Eduardo Leite anunciou que R$ 216 milhões serão pagos até setembro de 2020

Publicado em 21/05/2019, última alteração em: 21/05/2019 11:12.

Por:



O governador Eduardo Leite (PSDB) confirmou que o montante empenhado da dívida estadual do Estado com os municípios e hospitais municipais será quitado em 16 parcelas de R$ 13,5 milhões. No anúncio feito na segunda-feira, 20, durante assembleia realizada na Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), o chefe do Executivo confirmou que o pagamento será feito de junho de 2019 até setembro de 2020. O valor total do passivo é de R$ 216 milhões, que na previsão inicial seria pago em 36 prestações.

De acordo com a Secretaria da Saúde, o endividamento trata-se de uma herança das gestões anteriores, sendo que a pasta foi assumida com um passivo de R$ 1,1 bilhão. Deste total, R$ 448 milhões estão empenhados e o parcelamento representa uma parte dessa dívida, restando cerca de R$ 500 milhões para serem quitados. Do acumulado do período de 2014 a 2018, o Estado deve cerca de R$ 162 milhões para as prefeituras e R$ 54 milhões aos hospitais municipais e de pequeno porte, sendo relativos, entre outras demandas, a repasses para a execução de programas como Equipes de Saúde da Família (ESF), Política de Incentivo de Assistência Básica, Redes de Urgência e Emergência (Samu), Assistência Farmacêutica e Primeira Infância Melhor (PIM).

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Detetizadora Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica