Patrícia Marafon

"O trabalho foi transformador em minha vida. Hoje me sinto uma mulher muito mais forte e preparada para a vida"

Publicado em 29/03/2019, última alteração em: 29/03/2019 17:22.

Por:



“A participação no Miss Brasil foi a realização de um sonho”. É com essas palavras que Patrícia Marafon, de 25 anos, começa descrevendo como foi ter participado de um dos concursos de beleza mais concorridos do país, o Miss Brasil Be Emotion 2019. A final, que ocorreu no dia 9 de março, levou representantes de 26 Estados, mais o Distrito Federal, a demostrarem que com muita dedicação é possível transformar o sonho de receber uma coroa em realidade. Em busca desta realização também esteve Patrícia, representando o Estado de Santa Catarina, do qual já carrega a faixa de miss.

De mera espectadora, que não perdia um concurso pela televisão, a bela jovem, criada em uma cidade interiorana, de uma hora para outra vira a protagonista de um projeto grandioso, que todos os anos tem como objetivo evidenciar a beleza da mulher brasileira, mostrando as diversidades de culturas. 

– Foi um sonho realizado estar no Miss Brasil. Eu sempre assistia o concurso na TV e, agora, eu estava lá, sendo assistida. Foi incrível. Fiquei no top 10 e isso me deixou muito feliz, porque é uma competição em nível nacional, de alta performance. Eu me dediquei muito para estar lá e a classificação foi a recompensa de todo o esforço meu e de uma equipe. O trabalho foi transformador em minha vida. Hoje me sinto uma mulher muito mais forte e preparada para a vida – descreve Patrícia.

 

“Filha da região”

Patrícia Marafon nasceu na cidade de Iraí, viveu até os 16 anos em Alpestre, então passou a cursar Direito em Frederico Westphalen, onde morou por cinco anos, durante a graduação. Depois de formada, em 2015, ela especializou-se em Direito Penal e Processual Penal pela Escola do Ministério Público de Santa Catarina, Estado onde reside hoje, na cidade de Florianópolis.

Apesar da distância, ela mantém suas raízes no município alpestrense, lugar que recorda com carinho desde o tempo de criança, quando se divertia com o irmão Eduardo, primos e amigos. Inclusive, é em Alpestre, na comunidade de Barra Grande, que ainda moram os seus pais, Dirce e Luiz Carlos Marafon, tios, suas duas avós e primos, alguns também residindo em FW.

– Todos os dias é uma saudade. Tenho orgulho de onde vim, sou “filha aí da região”, e sempre que posso estou em casa para receber aquele abraço que faz tanta falta e ver as pessoas que estão sempre torcendo por mim – destaca a miss.

 

Sonho de infância

O que era somente o sonho de uma garotinha transformou-se em realização na vida adulta, quando Patrícia já tinha um diploma em mãos e estava em plena preparação para concursos públicos, tendo como foco a carreira no Ministério Público.

– Ainda criança/pré-adolescente, fiz parte de uma agência de modelos, mas não fiz nenhum trabalho e levei muitos nãos de outras agências. Trabalhei como modelo em 2017, e agora estou voltando à profissão, faço parte das agências Crazy Models e Mega Model Sul. Nos concursos de beleza participei pela primeira vez em 2018, no Miss Santa Catarina, e obtive a terceira colocação. Preparei-me e voltei a disputar, aí pela etapa municipal, por Florianópolis, em setembro de 2018. Já como Miss Florianópolis voltei a concorrer ao Miss Santa Catarina, em dezembro de 2018, e obtive o título. Tenho também os títulos de Miss Elegância Florianópolis 2018, Miss Florianópolis 2018, Miss Melhor Corpo Santa Catarina 2019 e Miss Santa Catarina Universo 2019 – conta Patrícia, que tem como foco agora trabalhar como modelo fotográfica. “Estou me dedicando mais para trabalhos de campanhas publicitárias. Vou aproveitar minha visibilidade e me dedicar à carreira de modelo. Mas, a longo prazo, pretendo voltar para a rotina de estudos e me dedicar aos concursos públicos na área jurídica. Também, é claro, quero viajar o mundo”, finaliza a jovem @marafonp, que desta vez não levou a coroa como a Miss Brasil, mas conquistou milhares com seu carisma e beleza, aflorando sonhos em muitas crianças e jovens, que, assim como ela, sabem onde querem chegar.

 

Texto: Suseli Cristo

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Detetizadora Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica