Horto Florestal da Creluz

Plantas nativas foram fornecidas para a Pequena Central Hidrelétrica Tambaú

Publicado em 11/02/2019, última alteração em: 11/02/2019 14:29.

Por:



Serrano Nº11

Em mais um ato de cooperação em favor do meio ambiente, o Grupo Creluz forneceu, na última semana, 3,9 mil mudas de árvores nativas para a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Tambaú, movida pelas águas do rio Guarita e localizada no interior de Erval Seco.

Em novembro de 2018, o Horto Florestal já havia doado 2,3 mil mudas. No total, já são 6,2 mil mudas fornecidas, que estão sendo plantadas as margens do rio Guarita, em uma área de preservação permanente (APP).

Segundo o operador responsável pela usina, Celso de Melo Siqueira, as mudas do Horto Florestal da Creluz são de alta qualidade, o que proporciona grande aproveitamento no plantio. “Muito bonito e organizado este espaço, pensado justamente para a sustentabilidade”, disse.

Entre as espécies retiradas na última remessa para o plantio em Erval Seco, estão ipê roxo, ariticum, cedro rosa, angico vermelho e branco, guaju vira, louro pardo, erva mate e grapia.

Horto Florestal é totalmente sustentável

O Horto Florestal da Creluz, localizado na linha Tres, em Pinhal, produz mais de 40 espécies nativas em 20 hectares de área, com capacidade para a produção de 400 mil mudas/ano, tendo como diferencial o aproveitamento da água da chuva e de resíduos coletados nas usinas, sendo totalmente sustentável.

O presidente do Grupo Creluz, Elemar Battisti, destaca que o trabalho de produção de mudas requer dedicação e atenção permanente durante os 365 dias do ano, mas é recompensado a medida que a contribuição com mudas doadas tem sido grande, inclusive para outras regiões do Estado.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.