Indira Bolsoni Pinheiro

A partir da aprovação, Indira precisou fazer a sua escolha, pela Defensoria Pública ou pela Procuradoria Federal

Publicado em 03/01/2019.

Por:



Banner WSC Imóveis N 11

Motivada, determinada e obstinada, Indira Bolsoni Pinheiro acreditou em si e no que queria para a sua vida profissional. Aos 33 anos, a frederiquense ocupa um dos cargos mais importantes do Ministério Público Federal, o de procuradora da República.

Filha do advogado Antonio Luiz Pinheiro e da professora Dalva Teresinha Bolsoni Pinheiro, Indira é formada em Direito pela URI/FW, no ano de 2007. Após a conclusão do curso, foi morar em Porto Alegre para estudar para concurso público. “Antes, eu já havia obtido a aprovação na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Fiz cursos preparatórios como a Ajuris e a Escola Superior do Ministério Público. Em 2010, fui aprovada, concomitantemente, para o concurso de procuradora federal/AGU e defensora pública federal”, conta.

 

A escolha

A partir da aprovação, Indira precisou fazer a sua escolha, pela Defensoria Pública ou pela Procuradoria Federal. Embora cada uma com sua linha de atuação, mas fundamental em qualquer sistema de justiça, a frederiquense optou por aquela que estivesse mais ligada à atuação social.

– Acabei optando pela Defensoria Pública por entender que as funções estavam mais próximas de uma atuação social, que eu sempre almejei. Tomei posse em setembro de 2010, e trabalhei em Curitiba (PR) na área previdenciária e cível. Apesar de ser um trabalho de relevância social, que fornece assistência jurídica de qualidade às pessoas carentes, meu sonho sempre foi trabalhar no Ministério Público, isso desde os 12 anos. Em abril de 2012, tomei posse como procuradora da República, do Ministério Público Federal, e após dois meses, em Brasília, para o curso de formação, fui atuar na cidade de Corumbá (MS), região de fronteira com a Bolívia. No ano de 2013, me removi para Francisco Beltrão (PR), onde resido hoje – descreve a procuradora da República do Ministério Público Federal.

 

Muito estudo e maturidade

Quem pensa que chegar ao cargo que Indira ocupa foi fácil se engana. “Me inspirei sempre em meus pais, e esse desejo pela área jurídica foi aflorando desde pequena. Mas para chegar à Procuradoria precisei de muito estudo e maturidade. Cargos como de Procurador da República, que está entre os concursos mais difíceis do Brasil, exigem, além de conhecimento técnico, maturidade e firmeza na atuação. Lidamos com questões sensíveis e que podem impactar a sociedade e a vida das pessoas. Por isso, é importante pensar, refletir e estudar antes de qualquer decisão”, frisa Indira, que também tem especialização em Direito Público pela Escola Superior do Ministério Público do RS.

 

A procuradora e a mãe

Realizada com a profissão que escolheu, neste ano de 2018 Indira e o esposo Cassiano Ricardo Rossato, que é procurador federal, foram presenteados com o pequeno Lourenço, hoje com quatro meses. “Amo meu trabalho, a complexidade das questões que chegam até mim diariamente é um desafio, o aprendizado é contínuo. Já a maternidade me trouxe uma força e uma resistência que eu não sabia que tinha”, cita.

 

Projetos

Segundo Indira, a atuação no MPF é muito dinâmica e na região que está trabalhando, de fronteira, com atribuição em 27 municípios, incluindo parte do Parque Nacional do Iguaçu, todos os dias surgem questões desafiadoras. “Meu projeto é manter o trabalho no combate à corrupção, aos crimes de fronteira e na tutela do meio ambiente, saúde, educação e outros serviços de relevância pública”, frisa a procuradora, que também quer retomar os projetos pessoais.

– Durante a gravidez suspendi a graduação em Filosofia, então quero voltar, pois falta apenas um ano para me formar. Também tenho planos de fazer mestrado voltado à Filosofia e ao Direito. Voltar a viajar, continuar o estudo de inglês e conseguir fluência em francês – finaliza.

 

Texto: Suseli Cristo

 

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
Banner WSC Imóveis N 10
PUBLICIDADE
Bellenzier N 13
PUBLICIDADE
Dedetização Daniel  - Banner Nº 13 - Interno