PUBLICIDADE
9 - Seen Experience

Distanciamento controlate

Pela primeira vez desde a adoção do modelo de distanciamento controlado, não há nenhuma região em bandeira amarela

Publicado em 03/07/2020.

Por:



11 - Novo Rural

O agravamento da pandemia no Rio Grande do Sul deixou metade das regiões do Estado sob bandeira vermelha nesta sexta-feira, 3. O alerta de risco atinge 10 dos 20 territórios e coloca sob restrição mais severa de convívio social 73% da população gaúcha. Pela primeira vez desde a adoção do modelo de distanciamento controlado, não há nenhuma região em bandeira amarela. 

Com a piora nos indicadores de contágio, Taquara, Palmeira das Missões, Pelotas, Erechim e Caxias do Sul se somaram às demais regiões que desde a semana passada já frequentavam a zona de maior de risco – Porto Alegre, Passo Fundo, Canoas, Capão da Canoa e Novo Hamburgo. A única melhora registrada foi em Santo Ângelo, que regrediu para bandeira laranja.

Pelo mapa divulgado pelo governo do Estado no início da noite, foi como se as condições sanitárias dividissem o Rio Grande do Sul ao meio. Todo o lado leste está sob bandeira vermelha, enquanto a metade oeste está em bandeira laranja.

O principal indicativo de que a contaminação se espraia com maior velocidade no Estado é o número de internados em leitos de UTI, cujo crescimento foi de 36% na última semana, passando de 307 para 418. Houve ainda aumento de 27% nas hospitalizações por síndromes respiratórias agudas graves (459 para 582). Os casos ativos também estão em progressão, chegando a 4.281, ante os 3.340 da semana passada.

 

*Por GaúchaZH

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica