PUBLICIDADE
9 - Seen Experience

Inspiração

Encontrada pela Brigada Militar, idosa de 82 anos morava isolada, sem energia elétrica e em condições precárias, no interior de Palmeira das Missões

Publicado em 25/06/2020, última alteração em: 25/06/2020 10:11.

Por:



11 - Sicoob

A comovente história de dona Joana, idosa de 82 anos que ocasionalmente foi encontrada vivendo em condição de miséria, no interior de Palmeira das Missões, se encaminha para um desfecho digno de um filme com final feliz. Após a Brigada Militar (BM) ter localizado a senhora e se deparado com a situação de vida dela, uma mobilização beneficente, inicialmente formada apenas por militares, ganhou as redes sociais e resultou na materialização da solidariedade. Nessa semana, dona Joana ganhou uma nova casa, construída a seu gosto.

Cerca de 50 pessoas, entre civis e militares, participaram da ação, que teve várias frentes, organizadas pelos tenentes Agnaldo e Luciani e pelos soldados Nedel, Ribeiro e Rocha. Um grupo de voluntários ficou responsável por buscar possíveis doadores de alimentos e materiais, enquanto o outro foi incumbido de procurar orçamentos, religar a energia elétrica e construir a casa.

Em função do grande número de doações, todas realizadas por meio da destinação de materiais, praticamente 100% dos itens necessários para a obra já foram arrecadados. A nova casa de dona Joana, que agora tem banheiro, água encanada, energia elétrica, telhado, alimentos e o conforto necessário para uma vida digna, fica logo na frente do casebre onde a idosa viveu a última década.

Confira o relato da ação, pelo 39º BPM, escrito pela tenente Luciani.

Rede do Bem “Dona Joana”

No dia 15 de junho de 2020, aproximadamente as 11h20min, duas guarnições uma do 1º Pel/1ª Cia e uma da Força Tática (Ten Agnaldo, Sd Nedel e Sd Ribeiro) deslocaram-se até uma estrada vicinal as margens da RS 158 onde havia sido localizado um veículo de uma de roubo em estabelecimento comercial e sequestro, na qual a vítima não havia sido localizada. Chegando ao local, foi encontrado o veículo e a vítima amarrada no banco traseiro, sendo conduzida ao hospital pela guarnição do 1º Pel e ali permaneceu a Guarnição da Força Tática aguardando a perícia.

Era próximo as 15h, subia pela lavoura uma Sra. baixa e apoiando-se em uma madeira a qual fazia de bengala, quando estava próxima a viatura foi solicitado a mesma para onde ia, assim ela começou relatar sua história. Relatou aos policiais que tem 82 anos e nesse dia estava sem café da manhã e sem almoço, pois devido as chuvas não conseguia subir até a rodovia onde pede carona e vai a cidade fazer suas compras.

Comovidos pela história, a guarnição prestou apoio a Sra auxiliando a levar suas compras até a casa. Chegando na residência se depararam com uma situação inimaginável de precariedade para qualquer ser humano, uma casa caindo, telhado todo furado que conforme a Dona Joana foi destruído por uma chuva de granizo o que a sujeita dormir em cama molhada nos dias de chuva.  Sem eletricidade, sem banheiro, sem água encanada, sem móveis, cozinha em um fogão improvisado o qual denomina “borraio” e do qual não abre mão.

Dona Joana era casada mas seu marido faleceu e desde então vive sozinha naquele local, não possui filhos e não convive com parentes pelos mais diversos motivos.

Comovidos com as condições da Sra e com o apoio da Ten Luciani e Sd Rocha, foi criado um grupo composto pelos 5 Militares e solicitado no grupo de Whatsapp do Batalhão e dos familiares auxílio para uma ação em prol da Dona Joana. Desta forma, as fotos e vídeos acabaram sendo propagados nas redes sociais onde começou uma enorme procura de pessoas do bem querendo colaborar, através do 190 e do telefone particular dos Militares.  Assim sendo foi organizado uma lista de possíveis colaboradores e dividido as tarefas no grupo, a uns incumbiu a busca e contato com as pessoas disponíveis a doar e a outros a tarefa da construção da casa, orçamentos, solicitação de religação da energia elétrica dentre outras.

Desta forma formou-se uma rede de apoiadores a essa boa ação envolvendo os Policiais e a comunidade de Palmeira das Missões e região. Foi necessário organizar e direcionar as doações que são feitas diretamente em forma de pagamento nos estabelecimentos comerciais onde foram adquiridos os materiais necessários a obra. Até este momento foi angariando quase 100% dos recursos necessários a construção da casa que está sendo feita de acordo com as vontades da Dona Joana.

Grande parte dos 50 colaboradores não quer seu nome divulgado, auxiliaram por saber da seriedade da instituição e que o único objetivo desses policiais é fazer o bem!

 

Quem fez o primeiro contato com a Dona Joana

1ºTen Agnaldo Chaves Dos Santos- Cmt da FT

Sd Marlon Roberto Nedel

Sd Nelson Flores Ignácio Ribeiro

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica