PUBLICIDADE
9 - Seen Experience

Segurança

Porta-voz do órgão, delegada Larissa Fajardo afirmou que profissionais de Porto Alegre integrarão investigações em Planalto

Publicado em 25/05/2020, última alteração em: 25/05/2020 17:12.

Por:



11 - Razia

Passados 10 dias desde o registro do desaparecimento do menino Rafael Mateus Winques, de 11 anos, em Planalto, a Polícia Civil (PC) intensificou as ações na tentativa de resolver o caso com mais brevidade possível. Conforme a porta-voz do assunto, a diretora operacional do Departamento de Polícia do Interior (DPI), Larissa Fajardo, encontrar respostas sobre o paradeiro de Rafael é o principal foco do órgão policial no momento.

Para tanto, a equipe de investigação deve receber reforços nos próximos dias. Segundo Fajardo, um grupo experiente da Divisão da Criança e do Adolescente (DCA) foi enviado para trabalhar no caso.

– A Polícia Civil tá tomando esse caso como absoluta prioridade e acabou designando alguns colegas aqui da DCA de Porto Alegre, o antigo Deca. São colegas com bastante experiência em casos com investigação de menores. Esses colegas estão se dirigindo a Planalto para ajudar na investigação, engrossar o número de pessoas para que a gente possa chegar numa resposta o mais rápido possível –, relata a delegada.

IGP realiza perícia com luminol

Na sexta-feira, 22, uma equipe da Polícia Civil (PC) realizou perícia em residências e automóveis. Os peritos empregaram o luminol, famosos produto químico que reage em contato com o ferro presente na hemoglobina do sangue e libera uma luz azulada, suficientemente forte para ser vista no escuro. “Para descartar qualquer hipótese a gente já acabou requisitando ao IGP que fizesse a perícia com luminol. É constituída de duas fases: primeira é a coleta do material e, na sequência, enviado o material para Porto Alegre, e daí em POA vão avaliar e redigir um laudo”, salienta Larissa.

Rafael Mateus desapareceu entre a noite de quinta-feira, 14, e a manhã de sexta-feira, 15. Conforme a família, o menino estava usando uma camiseta de futebol do Grêmio, calça de moletom preta, chinelos e óculos de grau. Informações sobre o paradeiro dele podem ser passadas às forças de segurança por meio dos telefones 190, 3794-1340, na Delegacia de Planalto, ou pelo 3794-2060 e 9.9696-1574, no Conselho Tutelar de Planalto.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica