Publicidade
Geral
HSVP de Passo Fundo registra caso raro em nascimento de bebê
Por: Cíntia Henker
Publicado em: quinta, 13 de janeiro de 2022 às 14:45h
Atualizado em: quinta, 13 de janeiro de 2022 às 14:50h

Durante um parto de gêmeos realizado no dia 7 deste mês de janeiro, a equipe do Centro Obstétrico do Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo teve uma surpresa – um dos bebês nasceu envolvido pela bolsa amniótica. 
Conhecido como parto empelicado, o caso é considerado raro e pode acontecer em 1 a cada 80 mil nascimentos. Dessa forma, o bebê nasce envolvido pelas membranas cório-amnióticas, uma espécie de "película" fina e transparente.
Os gêmeos, uma menina e um menino, são filhos de Tatiana e Daniel Carraro. “Quando ela saiu primeiro, ela quase veio empelicada. Já ele saiu totalmente. E eu comecei a filmar. Fiquei muito feliz em ver isso, não tinha noção do quanto era raro”, explica o pai. 
Os partos com bebês empelicados podem acontecer em casos de cesariana, gemelaridade e prematuridade, de forma natural e sem riscos para a mãe e o bebê. Não existe como prever um nascimento desse tipo, já que ele não depende da vontade da mãe ou equipe médica, como conta a médica Hellen Portelinha, ginecologista e obstetra do Corpo Clínico do Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo, que atendeu a família. “Normalmente é obtido com uma extração fetal mais delicada. Esse parto foi muito especial para a família e para a equipe obstétrica, pois mostra a delicadeza da vivência do bebê dentro do útero”, explica.  
 

Publicidade
Publicidade
Fonte: Comunicação/HSVP Passo Fundo
Fotos
Publicidade