PUBLICIDADE
9 - Cotrifred
Márcio Silva
Márcio Silva

Examinador de Trânsito do Detran/RS, especialista em Direito de Trânsito – Verbo Jurídico - POA/RS e especialista em Trânsito e Educação no Trânsito – Unochapecó/SC

Sugestões, elogios e dúvidas: clique aqui para enviar um e-mail.

Livrai-nos do mau condutor de trânsito, amém!

Os diversos testes que um condutor é submetido comprova sua capacidade psicológica e motora para fazer do ato de dirigir uma tarefa agradável e segura

Publicado em: 19/11/2019

Independente de religião ou crença, agradecer e pedir proteção faz parte do ser humano. O título nos lembra de que a qualquer momento podemos virar um número dentro das estatísticas dos acidentes de trânsito. Os diversos testes que um condutor é submetido comprova sua capacidade psicológica e motora para fazer do ato de dirigir uma tarefa agradável e segura.

Como não estar bem fisicamente ou psicologicamente para enfrentar aquilo que precisamos a todo o momento, que é se deslocar? Digo que é um privilégio estar longe de grandes centros, uma vez que tive a experiência de terminar meu trabalho uma tarde na capital Porto Alegre, lá pelas 16 horas, e retornei ao meu domicílio depois de ter começado o Jornal Nacional. Em um trânsito barulhento, poluído, com pessoas sempre apressadas pela BR-116, na época a BR-448 ou Rodovia do Parque – era só no papel –, precisei manter a calma com a viatura oficial e rezar para me livrar do mau condutor, aquele que te fecha, que te fala mal por andar na velocidade da via, aquele que não dá seta ou que não usa o cinto de segurança e ainda te olha com repreensão... Como não ter saudades do interior nessas horas?!

Você já ouviu falar na expressão metamorfose de um condutor e como ela se caracteriza? Bom, o próprio nome já nos dá um caminho, que é uma transformação, vou explicar na prática como isso acontece. Conformo o nosso Código de Trânsito Brasileiro (CTB), só podemos dirigir legalmente após os 18 anos completos, ou seja, nessa idade e após um curso de formação de condutores, todos sabem muito bem o que é certo ou errado. Alguém deve estar pensando “nem todos sabem”. Errado! Sim, todos sabem, o esquecimento pode ser uma resposta para comportamentos errados no trânsito, ou também, a não aceitação de que um comportamento que é comum, mas todo mundo faz errado, passou a ser certo. Temos uma mudança no caráter e na personalidade de uma pessoa, onde sua moral passa a ficar comprometida e suas ações perigosas e influenciadoras.

Não é de hoje que o jeitinho brasileiro faz inúmeras vítimas, o desrespeitar regras, infelizmente, ainda faz parte da maioria da população. Será que quando eu peço me livrai do mau condutor, não estou pedindo para me livrar das minhas, das nossas, ou das demais atitudes erradas no trânsito? Neste mês de novembro reflitamos sobre quantos maus motoristas ceifaram vidas ou quantos se foram.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica