PUBLICIDADE
9 -  Live Ohana
Frei José Izidoro Olcoski
Frei José Izidoro Olcoski

Frei Capuchinho.

Sugestões, elogios e dúvidas: clique aqui para enviar um e-mail.

O que levo

E, por último, quero que minhas mãos balancem ao vento, para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos

Publicado em: 09/11/2019

À beira da morte, o imperador Alexandre Magno, O Grande, convocou os seus generais para relatar seus três últimos desejos:

Primeiro: que meu caixão seja transportado pelas mãos dos mais famosos médicos da época.

Segundo: que sejam espalhados no caminho até meu túmulo, meus tesouros conquistados, como ouro, prata, diamantes e pedras precisas.

Terceiro: que minhas mãos sejam deixadas balançando, fora do caixão, à vista de todos.

Um de seus generais, curioso e admirado com esses desejos, perguntou ao general a razão destes. Alexandre então lhe explicou: quero que os melhores médicos carreguem meu caixão, para mostrar aos presentes que eles não têm poder de curar da morte quando chega.

Depois, quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros, para que as pessoas possam ver que os bens materiais, aqui conquistados, aqui permanecem.

E, por último, quero que minhas mãos balancem ao vento, para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos.

   

 

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica
PUBLICIDADE
13 - Dedetização Daniel