PUBLICIDADE
9 - Balonismo Trip
Lírio Zanchet
Lírio Zanchet

Professor aposentado e empresário.

Sugestões, elogios e dúvidas: clique aqui para enviar um e-mail.

A Catedral de Santo Antônio é a nossa Notre Dame

Nesta vigília fúnebre, Notre Dame expressou todo o seu poder como símbolo da França e da Cristandade.

Publicado em: 04/05/2019

O mundo assistiu perplexo ao incêndio que atingiu a Catedral Notre Dame, de Paris. Esta obra-prima da engenharia e da arte teve início no ano de 1163 e se mantinha incólume até hoje, e certamente estaria ainda em pé por mais um milênio. Falam os historiadores que na estrutura foram empregadas 13 mil árvores de carvalho. Ainda não se conhecia o aço e o cimento, imprescindíveis nas construções modernas. E dizer que querem adjetivar a Idade Média de ‘período obscuro da humanidade’. O Maracanã mal passou de 60 anos de idade e já necessitou de reforma. Notre Dame era um atestado eloquente da fé católica do povo francês. Mais de um milhão/mês de turistas visitavam a famosa Igreja. A Torre Eifel recebia a metade da clientela.

A catedral ardeu, porém, suas fundações resistiram para atravessar mais uma encruzilhada da História que afeta não só a França, mas todo o Ocidente. Sua torre de 93 metros não resistiu. A estrutura, porém, não foi atingida. Milagrosamente foi salva por um padre a Coroa de Espinhos, um fragmento da Cruz e um prego do Santo Sepulcro. A coroa de espinhos, cravada na cabeça de Cristo, é considerada a maior relíquia para os cristãos. Também escapou das sacrílegas chamas o órgão de oito mil tubos, que tocou na coroação da Napoleão, em 1804, e na beatificação de Joana d’Arc, em 1909. Os dez sinos de bronze sobreviveram. O maior pesa 13 toneladas. Outras peças foram transformadas em canhões na Revolução Francesa de 1.789.

O que chamou a atenção universal foi o clima de piedade ao redor da catedral em fogo. Um cordão de jovens ajoelhados se formou. Todos rezavam a Ave-Maria. A emoção coletiva cristalizou aquela população presente, diante do que Joseph de Maistre denominou “resíduo divino”. Muitos deixavam rosas diante dos escombros. A mídia fútil jogava conversa sobre a atração turística da catedral ardente. Isto está longe do essencial. A verdadeira atração é sacramental. Notre Dame resistiu aos assaltos dos inimigos mais amargos, iconoclastas e revolucionários. Agora aí estava, num colapso silencioso, como um doente grave, esperando pela cura ou pela morte. Nesta vigília fúnebre, Notre Dame expressou todo o seu poder como símbolo da França e da Cristandade.

Na mesma hora, um sentimento de Ressurreição contaminou a população: vamos reconstruir Notre Dame. O presidente francês liderou o movimento. Em poucas horas foram levantados mais de um bilhão de euros para a reforma (Apud Veja e ZH). Foi então que meus pensamentos voaram para a nossa catedral, que não estava sendo avariada por um incêndio, mas pela corrosão das intempéries. Os dois templos demonstravam a religiosidade do povo. Nos longínquos dias de suas construções não contavam com as técnicas. Mas os seus alicerces se ergueram em cima dos princípios cristãos da população. Ninguém questionou se possuíam cimento, aço, tijolos ou mesmo dinheiro. Todavia, se ergueram sobre uma sólida convicção religiosa.

E foi com satisfação que ouvimos o padre Leonir anunciar, na noite da Vigília Pascal,  que as obras de reforma da catedral já contavam com um lastro bancário de quase R$ 1 milhão. Notre Dame e a nossa catedral testemunharão, por muitas décadas, que a fé e a religião não serão consumidas por chamas ou crises. Aleluia!

 ********************* 

FUTEBOL – Expressamos a indignação da família colorada contra a diretoria que mandou a Chapecó o time reserva. O jogo no Índio Condá e contra o Flamengo valem os mesmos três pontos. Por que não mesclaram a escalação? O planejamento pífio da diretoria foi um desrespeito aos torcedores, sócios fiéis, que lotaram dois ônibus para ver seus ídolos. E tem mais: outra vez o Inter é prejudicado com um pênalti. Ou os atletas não conhecem as regras básicas do futebol, ou a arbitragem possui preconceito contra o colorado. Está na hora dos dirigentes abrirem a boca.

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.
PUBLICIDADE
13 - Detetizadora Daniel
PUBLICIDADE
13 - Zooclínica