Lírio Zanchet
Lírio Zanchet

Professor aposentado e empresário.

Sugestões, elogios e dúvidas: clique aqui para enviar um e-mail.

Destaques da Expofred 2018

Os shows arrastaram multidões, fenômeno que se observa aqui e alhures

Publicado em: 12/05/2018

Muitos aspectos da exposição de 2018 podem ser mancheteados. Podemos abrir o leque, citando o extraordinário comparecimento de 170 mil pessoas, quase seis vezes a população de Frederico Westphalen. Contribuiu sobremodo o bom tempo, o que mostra as boas relações do prefeito Panosso com São Pedro. Houve épocas que o sucesso da exposição ficava sempre comprometido com as antipáticas chuvaradas. Segundo a comissão, foram efetivados R$ 22 milhões de negócios. Para efeito de comparação, a Exposol (Soledade) pretende atingir R$ 50 milhões, a Fenasoja (Santa Rosa) já ultrapassou R$ 86 milhões e a Expodireto (Não-Me-Toque), que não tem shows, chegou a R$ 2,5 bilhões!!! Penso que, em última análise, o sucesso de uma feira se mede pelo volume financeiro. Se não é para alavancar as potencialidades econômicas, não tem sentido efetuar evento de tamanha envergadura.

A beleza das rainhas tem de ser realçada, dado que o Médio Alto Uruguai possui alto pedigree neste quesito. Não esqueçamos que a cidade já exibiu a vice-Miss Rio Grande. Os shows arrastaram multidões, fenômeno que se observa aqui e alhures. A população, especialmente a jovem, idolatra seus ídolos e a paixão pela música sempre embalou os aficionados. Se para ver um Roberto Carlos, chega-se a pagar um milhão de reais, imagine-se degustar um Amado Batista, de graça.

Os 400 estandes atraíram inúmeros curiosos, ávidos de conhecer os produtos e as técnicas de uma indústria incipiente, mas empreendedora. Neste compartimento, embora múltiplos artigos fossem apresentados ao público, data vênia, há muita repetição de feiras anteriores, o que vem atestar uma certa paralisia.

O agronegócio, responsável por expressiva alavanca econômica, foi soberbo, contabilizando fatura de R$ 13 milhões. Como se expressou o Edson Buzetto: “a região está num crescendo surpreendente”. Merece lembrança a premiação da Cabanha Bridi, de Vista Alegre, que mantém 80 vacas em lactação e a Granja Ortigara, de Taquaruçu do Sul, com 50 animais. Nesta briga sadia, Vista Alegre levou a melhor sobre a boa Terrinha. Tais resultados contribuem para que as famílias não arranquem as raízes agrícolas, mantendo a população na lavoura. Repete-se o bordão: “Destruam as cidades, e nós as reconstruiremos. Destruam os campos, e morreremos todos”.

Enfatizamos os parques temáticos. Colher a oportunidade de reunir políticos, empresário e autoridades para debater problemas, estabelecer reivindicações, buscar soluções. Fazer uma espécie de Campeonato Mundial onde a Expofred seria a Fifa. Algo sobre o turismo, zuniu no ar: “É inadmissível que um recepcionista de hotel não saiba nada sobre pontos de visitação ou o que acontece na cidade”...

Também não posso deixar de elogiar o contundente sermão do reverendo. Afinal, o parque de exposição se chama Monsenhor Vitor Battistella, o que evidencia o quanto a religião influenciou o desenvolvimento. Os organizadores estão de parabéns, assim como o prefeito, que tendo esbarrado com meu filho Fernando, ouviu dele a seguinte observação: “Prefeito, está tudo nota dez, aliás, nota onze...”. A higiene, a limpeza, a iluminação, o asfalto e a coleta de lixo são dignos de rasgados elogios. Devido à farta comercialização de bebida, houve falta de banheiros! Algo a melhorar.

Mas o ponto máximo que quero destacar foi a abnegação daqueles heróis anônimos, responsáveis pelo estacionamento. Estafaram-se dias e noites, gratuitamente, para angariar uma parcela do dinheiro, que será destinado às entidades, como Promenor, Fazenda Cristo Rei, Apae, Lar dos Deficientes e outras. Gastaram suas energias, consumiram-se, à exaustão, sempre com um sorriso de boas-vindas, tendo como objetivo auxiliar irmãos em necessidade. Isto é apostolado, isto é patriotismo. Monsenhor Battistella registrou o nome de todos em sua caderneta e será o advogado deles, na eternidade, na hora de estacionarem definitivamente no parque Celestial.

********************************* 

 Saudamos a professora Eracilda Assumpção pela sua fulgurante passagem na Secretaria de Educação de FW e expressamos votos venturosos para sua sucessora, a professora Carmen Giovenardi, que dirigirá os destinos da pasta. Sobram-lhe predicados.

**********************************

A última do meu netinho: pediu à mãe um sexofone... Ou será um gênio musical ou um pervertido sexual...

 

COMENTÁRIOS

Os comentários no site não são moderados e são de inteira responsabilidade de seus autores. Utilize este espaço com elegância e responsabilidade. Ofensas pessoais e palavras de baixo calão serão excluídas.